Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Biblioteca da Escola Secundária Quinta das Palmeiras

É NATAL!

O Natal está a chegar !... Para ENTRARMOS NO ESPÍRITO desta Festividade, PROPOMOS-TE A LEITURA DE UMA LENDA...

LENDA DA VELA DE NATAL

Queres ouvir uma lenda de Natal antiga? Pois bem, vou contar-ta por palavras minhas. Ora escuta.

Morava num casebre um certo sapateiro; era no cruzamento de dois caminhos, não longe de uma aldeia pobre e triste. Nesse tempo, as pessoas ainda usavam velas e candeeiros a petróleo para se alumiarem, e lenha para se aquecerem e cozinharem.

Apesar de pobre, o sapateiro era homem bom e amigo de auxiliar quem precisasse. Por isso gostava de ajudar os viajantes que por ali passavam quando já era escuro, deixando todas as noites, na janela da sua casita, uma vela acesa, de modo a guiá-los. E, mesmo doente e às vezes com fome, o pobre homem nunca deixou de acender a vela, ajudando assim as pessoas a não se perderem.

Até que o rei e os homens mais poderosos do país entraram em guerra com os do país vizinho. E, com isto, todos os jovens da aldeia tiveram de partir, para combater no exército do seu rei, deixando a aldeia ainda mais triste e desgraçada. 

Passaram meses, senão anos, e os habitantes do país, como acontece sempre que há guerras, viviam com privações e dificuldades cada vez maiores. Mães e pais, mulheres e noivas sofriam com a ausência dos seus filhos, maridos ou noivos. E não foram poucas as famílias que perderam os seus jovens na guerra.

Vendo a persistência do pobre sapateiro, que mesmo naqueles tempos duros e difíceis continuava a viver a sua vida com esperança e um coração bondoso, os habitantes da aldeia resolveram imitá-lo e, certa noite, precisamente na véspera de Natal, todos acenderam uma vela nas janelas das suas casas, iluminando assim toda a povoação. Como que por encanto, pela meia-noite os sinos da igreja começaram a soar ininterruptamente, anunciando a boa nova: a guerra terminara e os jovens regressavam enfim a casa! 

Mulheres e homens puseram-se a gritar: “É milagre! O milagre das velas!”.

E é por isso, reza a lenda, que a partir desse dia, acender uma vela na véspera de Natal se tornou tradição em muitos povos da Terra. 

Texto inédito do escritor João Pedro Mésseder

 

O grupo disciplinar de Inglês associou-se às atividades desenvolvidas pela BE...

Os  alunos  de 7º D  ilustraram uma adaptação de  um  conto de Natal “Christmas Carol”, de Charles Dickens. A locução é feita pela aluna Maria Pombo, do 11º E.

Os alunos do 12º T deixam-nos sentidas mensagens de natal.

Também a equipa do Projeto Ser+ nos presenteou com algumas mensagens de Natal.

Imbuída de espírito Natalício, a nossa Biblioteca acolhe um lindíssimo  presépio construído pela Equipa do Projeto SER+ da nossa escola.

20201123_175722.jpg

Os alunos de Educação Especial também contribuiram para a decoração da BE.

IMG_6934.JPG

Para ver neste Natal …

Sugestões

Relembramos que a nossa escola integra o Plano Nacional de Cinema (PNC). Uma vez que nestes tempos estranhos não se torna possível dinamizar as atividades que gostaríamos, nomeadamente a projeção de filmes e a sua exploração em debate, propomos como sugestões de Natal quatro curtas metragens de animação que podem ser visualizadas quando assim o desejarem.

As animações com referências expressas ao Natal, com o selo de garantia de qualidade do National Film Board of Canada, têm uma duração que permite a sua visualização numa das aulas da próxima semana. A seguir à sinopse encontram o link para cada uma das nossas propostas.

Christmas Cracker (1963), Norman McLaren, Jeff Hale, Gerald Potterton & Grant Munro © National Film Board, Canada  

Sinopse - Pequena curta com três segmentos que permitem um olhar com diferentes sensibilidades sobre o Natal. O filme recebeu vários prémios.

Filme1.jpg

(para visualizar clicar na imagem)

 

An old Box (1975), Paul Driessen © National Film Board, Canada  

Sinopse - Enquanto na cidade as pessoas se divertem com o Natal, um homem sem casa encontra na rua uma caixa abandonada, mas que se vai revelar mágica.

Filme2.jpg

(para visualizar clicar na imagem)

 

The Great Toy Robbery (1963), Jeff Hale © National Film Board, Canada  

Sinopse - Esta pequena animação traz-nos uma estrela especial, o homem bom mais procurado do mundo: o Pai Natal, a viver uma aventura no Oeste norte-americano.

Filme3.jpg

(para visualizar clicar na imagem)

 

The Story of Christmas (1973), Evelyn Lambart © National Film Board, Canada  

Sinopse: O pequeno filme narra a conhecida história do Natal, invocando-a de uma forma inovadora e colorida, a partir da criatividade de Evelyn Lambart.

Filme4.jpg

(para visualizar clicar na imagem)

cartão de boas festas.jpg

Mais uma Palestra com Ciência…

Dando continuidade ao Ciclo de Palestras iniciado na Semana da Cultura Científica, decorrerá hoje, dia 16 de dezembro, às 11h40, uma sessão com o nosso ex-aluno Rui Miguel Silva, licenciado em Engenharia Física Tecnológica pelo Instituto Superior Técnico, que nos irá falar do seu percurso académico e da sua experiência profissional.

Neste momento, o nosso convidado trabalha no desenvolvimento de instrumentos de ótica numa empresa holandesa.

Os interessados poderão assistir a esta “conversa”, através do

meet.google.com/auf-myog-wrt

À Conversa com… Sandro William Junqueira

Apesar dos constrangimentos que a Pandemia trouxe à cultura, a Biblioteca Municipal da Covilhã continua a dinamizar ações de promoção do livro e do autor, o que é de salutar.

Neste âmbito, convidou o escritor Sandro William Carvalho que estará online, hoje, a partir das 15h, para nos falar dos seus livros.

Sandro William Junqueira.jpg

Dado que a nossa escola foi convidada a participar nesta sessão, teremos duas turmas (8º e 11º E) que assistirão, em direto, a esta Conversa com  o Sandro William Junqueira.

Recordamos que este escritor já esteve na nossa Biblioteca em março de 2016.

 Fica aqui o link do Youtube a partir do qual será emitido em direto o evento:

https://www.youtube.com/watch?v=WazVy7m18GY

 

Dia Internacional dos Direitos Humanos (10 de dezembro).

O dia 10 de dezembro foi a data escolhida pela Assembleia Geral das Nações Unidas para celebrar a Declaração Universal dos Direitos Humanos, assinada por 58 países, em 10 de dezembro de 1948.

E porque  este é um  tema que se mantém pertinente e  atual, a nossa Biblioteca Escolar, em colaboração com os docentes e alunos de Cidadania e Desenvolvimento , a Equipa do Projeto Ser+,  quer lembrar a importância desta data que, apesar dos progressos registados conta, ainda, com enormes desafios ao garante dos direitos básicos de toda a humanidade.

Assim, e a partir de hoje, toda a comunidade escolar terá oportunidade de participar na atividade “Maratona de Cartas”, este ano em formato digital, dinamizada pela Amnistia Internacional, uma organização que tem por  missão zelar pelo cumprimento dos Direitos Humanos, denunciar casos de violação dos Direitos e exigir justiça.

Na BE, e em diferentes espaços da escola, pode ser consultada informação sobre esta atividade.

20201203_131214.jpg

A equipa do Projeto Ser+ produziu um vídeo, com a voz da Joana Melo, do 10º ano.

Dia Internacional contra a Corrupção

Dia contra a corrupção.jpg

Organização das Nações Unidas indicou 9 de dezembro como Dia Internacional contra a Corrupção. Na última década, o olhar sobre a corrupção, o suborno ou a fraude tem mudado de forma visível. Os sinais de intolerância são crescentes, mas o caminho é ainda longo. A corrupção afeta todos os países e todas as comunidades e devemos dar o nosso contributo para a prevenir e enfraquecer. Criar uma nova geração consciente e capaz de assumir a responsabilidade e a integridade como pilares fundamentais na política, nos negócios, na comunicação social e na sociedade em geral é um desafio só realizável com o contributo das escolas e dos docentes.

Neste âmbito, os alunos do 9º ano estão a preparar um vídeo que alerta para esta temática.

Os alunos da turma M, 11º ano, orientados pelo professor Amaral, elaboraram cartazes alusivos a esta temática.

Deixamos, aqui, alguns exemplos.

cartaz contra a corrup.jpgmiguel felix.jpg

duarte.jpg      Manoela.jpg

Vamos TODOS combater a Corrupção!

Maratona de cartas da Amnistia Internacional

Maratona de Cartas.jpg

A biblioteca escolar, a equipa de professores e alunos de Cidadania e Desenvolvimento  e a Associação de Estudantes convidam toda a comunidade escolar a participar na MARATONA DE CARTAS DA AMNISTIA INTERNACIONAL para apoiar 6 casos que envolvem 9 pessoas que estão em risco por terem defendido os Direitos Humanos.
E porque somos uma escola solidária, preocupada com a defesa dos Direitos Humanos, queremos concorrer ao estatuto de “escolas que mais assinaturas enviam!” Para isso, solicitamos que, aquando do preenchimento, coloques o código da nossa escola (AJHZ).

A assinatura é simples e digital. Segue os seguintes procedimentos:

  1. abrir a página https://www.amnistia.pt/,
  2. selecionar “maratona de cartas” e “saber mais“,
  3. clicar em “selecionar todas” e em “continuar“,
  4. inserir o e-mail(apenas para depois sermos informados dos casos de sucesso, em que valeu a pena assinar),
  5. inserir o CC/BI(só números), o nome e a data de nascimento(apenas para certificar que a assinatura pertence a uma pessoa real e não a uma pessoa fictícia),
  6. inserir o código da escola AJHZ e clicar em “assinar”.

20201203_131214.jpg